#Fórumcast, o podcast da Fórum
03 de setembro de 2019, 08h27

Acabou a mamata: Esposa de Ernesto Araújo pega carona em avião da FAB para curtir férias em Paris

Maria Eduarda de Seixas Corrêa teve hospedagem custeada pelo governo, já que compartilhou quarto com o ministro, Ernesto Araújo

Maria Eduarda, com Ernesto Araújo, e o casal presidencial (Arquivo)

A esposa de Ernesto Araújo, ministro das Relações Exteriores, Maria Eduarda de Seixas Corrêa, utilizou dos privilégios do cargo público do marido para tirar férias em Paris, na França, sem precisar pagar passagem aérea ou hospedagem. Corrêa pegou carona em avião da FAB (Força Aérea Brasileira), originalmente destinado ao marido, além de ter compartilhado quarto com o ministro em hospedagem custeada pelo governo, uma vez que Ernesto estava em missão oficial.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

O voo foi agendado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) para deslocamento do ministro a um encontro da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) na capital francesa, de 20 a 25 de maio deste ano. Em cartilhas distribuídas no início do mandato de Bolsonaro a seus subordinados, com regras gerais do governo, os voos oficiais seriam destinados somente ao ministro e a equipe que o acompanha no compromisso podem utilizar as aeronaves.

O decreto 4.244/2002 permite o uso dos aviões da FAB somente para o transporte de vice-presidente, ministros do Estado, chefes dos três Poderes e das Forças Armadas, salvo nos casos em que há autorização especial do ministro da Defesa, o que não foi o caso da esposa de Ernesto Araújo.

O casal ainda se hospedou no requintado Hotel Bedford, localizado no centro histórico de Paris, a menos de três quilômetros da avenida mais famosa da cidade, a Champs-Élysées. O hotel é conhecido por ter abrigado o imperador brasileiro Pedro 2º e o maestro e compositor Heitor Villa-Lobos.

Segundo o site do estabelecimento, as diárias variam de 160 euros (R$ 734) a 490 euros (R$ 2.250) mais taxas, que mudam de acordo com o número de ocupantes. Em nota, o Itamaraty confirmou que a mulher do ministro foi para a França de férias, tendo se hospedado com o marido, mas disse que os custos de alimentação foram bancados por ela.

Com informações da Folha de S.Paulo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum