Alexandre de Moraes retira sigilo de inquérito sobre atos golpistas pró-Bolsonaro

Ministro do STF liberou o processo que investiga pagamento de blogueiros e organização de manifestações antidemocráticas. Jornal Nacional revelou que PGR tentou arquivar o inquérito

Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), retirou na manhã desta segunda-feira (7) o sigilo do processo que investiga a convocação e financiamento de atos antidemocráticos, que pregavam um golpe militar com manutenção de Jair Bolsonaro no poder.

No sábado (5), o Jornal Nacional, da TV Globo, mostrou que a Polícia Federal (PF) tentou junto à PGR que as investigações do inquérito dos atos antidemocráticos fossem aprofundadas.

Porém, a PGR não fez muito esforço para apurar e demorou cinco meses para se manifestar. Para piorar, na sexta-feira (4), pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) o arquivamento do caso.

Ao solicitar o arquivamento, o vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, justificou a decisão dizendo que as investigações da PF não conseguiram apontar a participação dos deputados e senadores nos supostos crimes investigados.

As investigações buscam encontrar provas sobre o financiamento e a organização de manifestações contra a Corte e o Congresso, além de defender o AI-5, ocorridas em abril de 2020 passado. Parlamentares e blogueiros bolsonaristas são alvos de investigação.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR