Fórumcast, o podcast da Fórum
09 de setembro de 2019, 08h18

Álibi para intervenção de Bolsonaro, investigação da PF mirava homônimo de Hélio Negão

Novas informações mostram que os responsáveis pelo inquérito sabiam da confusão dos nomes, o que reforça que a investigação só teria sido aberta para desgastar o ex-superintendente da PF no Rio, Ricardo Saadi, exonerado a mando de Bolsonaro

Donald Trump, Helio Negão e Bolsonaro (Reprodução)

Álibi de Jair Bolsonaro (PSL) para justificar sua intervenção na Polícia Federal, a suposta investigação sobre o amigo, o deputado federal Hélio Negão (PSL-RJ), tinha como alvo um outro Hélio Lopes, homônimo do parlamentar, segundo informações divulgadas nesta segunda-feira (9) pela jornalista Daniela Lima, na coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Informações enviadas à cúpula da Polícia Federal, em Brasília, teriam informado que o alvo da investigação seria um homem com o mesmo nome, que já teria morrido, e não o deputado amigo de Bolsonaro.

O inquérito contra Hélio Negão teria despertado a ira de Jair Bolsonaro contra a cúpula da Polícia Federal, que teria resultado na exoneração do superintendente da PF no Rio, Ricardo Saadi, e nas ameaças de demissão do diretor-geral do órgão, Maurício Valeixo, que é extremamente ligado a Sergio Moro.

No entanto, as novas informações, mostram, segundo a cúpula da PF, que os responsáveis pelo inquérito sabiam da confusão dos nomes, o que reforça que a investigação só teria sido aberta para desgastar Saadi.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum