O que o brasileiro pensa?
09 de setembro de 2019, 08h18

Álibi para intervenção de Bolsonaro, investigação da PF mirava homônimo de Hélio Negão

Novas informações mostram que os responsáveis pelo inquérito sabiam da confusão dos nomes, o que reforça que a investigação só teria sido aberta para desgastar o ex-superintendente da PF no Rio, Ricardo Saadi, exonerado a mando de Bolsonaro

Donald Trump, Helio Negão e Bolsonaro (Reprodução)

Álibi de Jair Bolsonaro (PSL) para justificar sua intervenção na Polícia Federal, a suposta investigação sobre o amigo, o deputado federal Hélio Negão (PSL-RJ), tinha como alvo um outro Hélio Lopes, homônimo do parlamentar, segundo informações divulgadas nesta segunda-feira (9) pela jornalista Daniela Lima, na coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Informações enviadas à cúpula da Polícia Federal, em Brasília, teriam informado que o alvo da investigação seria um homem com o mesmo nome, que já teria morrido, e não o deputado amigo de Bolsonaro.

O inquérito contra Hélio Negão teria despertado a ira de Jair Bolsonaro contra a cúpula da Polícia Federal, que teria resultado na exoneração do superintendente da PF no Rio, Ricardo Saadi, e nas ameaças de demissão do diretor-geral do órgão, Maurício Valeixo, que é extremamente ligado a Sergio Moro.

No entanto, as novas informações, mostram, segundo a cúpula da PF, que os responsáveis pelo inquérito sabiam da confusão dos nomes, o que reforça que a investigação só teria sido aberta para desgastar Saadi.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum