Alunos e professores vencem e interventor bolsonarista sai pela porta dos fundos e não assume o Cefet-RJ

Maurício Aires Vieira, assessor de Abraham Weintraub, não resistiu ao protesto e deixou o local sem tomar posse de Diretor-Geral da instituição

O protesto promovido por alunos e professores do Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet) do Rio de Janeiro deu resultado. O interventor Maurício Aires Vieira, nomeado para ocupar o cargo de Diretor-Geral da instituição, não resistiu e deixou o local pela porta dos fundos, sem tomar posse. Vieira era assessor de Abraham Weintraub, ministro da Educação de Jair Bolsonaro.

Desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira (19), alunos e professor se mobilizaram para tentar evitar que Vieira assumisse a direção-geral do Cefet. A indicação dele foge ao padrão da instituição, que escolhe seus diretores por meio de debate e eleição interna.

O Facebook silenciou a Fórum. Censura? Clique aqui e nos ajude a lutar contra isso

Após uma reunião que durou cerca de meia hora, entre o interventor, um procurador do Ministério Público e Mauricio Motta, legítimo diretor eleito, Vieira foi embora, sob vaias e gritos de palavras de ordem de alunos.

“Ele não sabe sequer andar aqui dentro, saiu pela porta dos fundos, porque não dava para sair pela principal. A gente não sabe quando vai voltar, mas agora o nosso diretor, escolhido por nós, está entregando o cargo e ele (interventor), tecnicamente, é o diretor-geral “pro tempore” (temporário)”, revela à Fórum a coordenadora de física do Centro, Elika Takimoto.

Indefinição

“Agora, como ele vai comandar a instituição, se alunos e professores não estão deixando nem ele entrar, a gente não sabe como vai ficar. Espero que o ministro da Educação volte atrás e reverta essa portaria, porque o Cefet é muito importante, não só para o estado do Rio, mas para a história do Brasil”, destaca.

O Cefet oferece não só ensino técnico. “Temos também graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado. E todos eles bem avaliados academicamente. É um centro de ensino por excelência”, acrescenta.

Veja o momento em que o interventor deixa o Cefet:

Veja mais imagens do protesto:

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR