Fórumcast, o podcast da Fórum
20 de setembro de 2019, 10h06

Antes de discurso na ONU, Bolsonaro diz que países o atacam de “forma virulenta” por queimadas na Amazônia

"E o que alguns países estão fazendo: com essa historinha de dinheiro do Fundo Amazônia estão comprando nossa Amazônia. O índio o que ele quer é ter uma vida semelhante a nós, ele quer dentista pra arrancar seus dentes da boca, um médico para curá-lo de alguma coisa, quer energia elétrica, quando conhece a internet se maravilha", disse Bolsonaro

Foto: Marcos Corrêa/PR

Dias antes de embarcar para Nova York, onde fará discurso na abertura da reunião da Organização das Nações Unidas (ONU), Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (19) que países o “atacam de forma bastante virulenta” colocando o como responsável pelas queimadas na Amazônia e ressaltou que “o que eles queriam era que fosse feitas novas demarcações indígenas”.

“Alguns países me atacam de forma bastante virulenta, porque eu sou o responsável pelas queimadas aí pelo Brasil. Queimada tem todo ano, por questão de tradição. Não só o caboclo toca fogo no seu roçado ali, o índio faz a mesma coisa, tem aqueles que fazem de forma criminosa também. Agora como combater tudo isso sem meios, na região Amazônica, que é maior do que a Europa Ocidental. É complicado isso aí, não é fácil”, disse Bolsonaro, que perdeu recursos do Fundo Amazônia e de ajuda de países como Noruega e Alemanha para combater os incêndios por suas declarações polêmicas e ataques a líderes dos países.

“Agora porque alguns países da Europa bate na gente duramente. O que eles queriam é que eu voltasse desses grandes eventos, como em Osaka e na Rússia, e demarcasse mais duas dúzias de reservas indígenas. Mais 30 ou 40 quilombolas. Ampliasse os parques ambientais”, afirmou Bolsonaro, ressaltando se fizesse a demarcar “o incêndio acabaria imediatamente na região amazônica”.

“E o que alguns países estão fazendo: com essa historinha de dinheiro do Fundo Amazônia estão comprando nossa Amazônia. O índio o que ele quer é ter uma vida semelhante a nós, ele quer dentista pra arrancar seus dentes da boca, um médico para curá-lo de alguma coisa, quer energia elétrica, quando conhece a internet se maravilha. Ele quer o que nós temos”, afirmou Bolsonaro na live desta quinta-feira (19).


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum