Fórumcast, o podcast da Fórum
13 de agosto de 2019, 11h58

Ao lado de Onyx, Bolsonaro diz que vai resolver casos de corrupção com “voadora no pescoço”

Bolsonaro ainda disse que seu governo não está imune à corrupção e que "pode ser que aconteça algum caso, sim"

Foto: Isac Nóbrega/PR

Durante coletiva de imprensa em evento nesta segunda-feira (12) na cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul, o presidente Jair Bolsonaro respondeu ao repórter Lennon Haas, da Rádio Camaquense, que seu governo não está imune à corrupção, mas que se acontecer, “vai ser voadora no pescoço”.

O repórter questionou o presidente sobre o que o governo estaria fazendo de diferente com relação aos anteriores para ter concluído as obras da estrada BR-116. Como resposta, Bolsonaro diz “não petralhar” e “não deportar dinheiro em paraíso fiscal”, mas que seu governo não está imune à corrupção e que pode vir a acontecer casos.

Na ocasião, Jair Bolsonaro falava ao lado de seu ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS).

Em diálogo da Vaza Jato revelado pelo site The Intercept no Twitter nesta segunda-feira (12), o procurador-chefe da Lava Jato, Deltan Dallagnol, confirmou que sabia desde antes de abril de 2017 do envolvimento de Onyx no recebimento de propina no lobby das chamadas “10 Medidas contra a Corrupção”, proposta pela Lava Jato. Fato foi ignorado por Dallagnol, que “fingiu” que não sabia do envolvimento.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum