O que o brasileiro pensa?
09 de setembro de 2019, 16h04

Após cortes do governo Bolsonaro, hospital da UFRJ pode paralisar atividades ainda em setembro

O governo, por meio do MEC, cortou 44% das verbas de custeio e 50% do dinheiro destinado às bolsas de estudo

Foto: Divulgação

A política de desmanche na educação pública do governo de Jair Bolsonaro está atingindo em cheio as universidades. A federal do Rio de Janeiro (UFRJ) foi obrigada a adotar, a partir desta segunda-feira (9), inúmeras medidas de economia.

A direção da instituição luta para não paralisar o atendimento do hospital universitário, o que pode ocorrer ainda em setembro, caso o Ministério da Educação (MEC) não libere mais verbas.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

O governo cortou 44% das verbas de custeio e 50% do dinheiro destinado às bolsas de estudo.

Até junho era possível manter o pagamento de contratos com média de dois meses de atraso. Com a alteração iniciada em julho, o limite mensal foi reduzido a 5% do orçamento de custeio, o que impediu o pagamento de parte das despesas de maio.

Suspensão

“Assim, despesas necessárias à manutenção da UFRJ, tais como fornecimento de energia elétrica, de água e de gases para os laboratórios, limpeza, vigilância, alimentação nos Restaurantes Universitários (RUs), transportes inter e intracampi, telefonia etc., estão na iminência de não serem pagas e, consequentemente, poderemos ter esses serviços suspensos pelos fornecedores”, diz a universidade em nota.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum