Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
29 de outubro de 2019, 13h46

Assessor olavista de Bolsonaro, Filipe Martins reitera tese das “hienas”: “Só mudará quando Brasil se tornar nação de leões”

Mesmo após desculpas do chefe, Filipe Martins, um dos principais doutrinados de Olavo de Carvalho no governo e um dos líderes da milícia virtual bolsonarista, confirmou a tese divulgada no vídeo, de que Bolsonaro é um "leão" atacado por "hienas"

Olavo de Carvalho e Filipe Martins (Reprodução/Instagram)

Mesmo após as desculpas de Jair Bolsonaro, o assessor especial da Presidência, Filipe Martins, reiterou nesta terça-feira (29) em seu twitter a tese de que o chefe é um “leão” lutando contra “hienas” que representam o Supremo Tribunal Federal (STF), a Globo e até mesmo seu partido, o PSL.

“O establishment não gosta de se ver retratado, mas ele é o que ele é: um punhado de hienas que ataca qualquer um que ameace o esquema de poder que lhe garante benefícios e privilégios às custas do povo brasileiro. Isso só mudará quando o Brasil se tornar uma nação de leões”, tuitou o assessor, um dos principais doutrinados de Olavo de Carvalho no governo, que é acusado de comandar a milícia virtual bolsonarista.

“Tá, mas se é verdade aquele retrato por que raios o presidente apagou?”, indagou um seguidor.

Após repercussão negativa, até mesmo com declarações públicas de ministros do STF – como a do decano Celso de Mello -, Bolsonaro apagou o vídeo das redes e pediu desculpas nesta terça-feira (29).

“Me desculpo publicamente ao STF, a quem por ventura ficou ofendido. Foi uma injustiça, sim, corrigimos e vamos publicar uma matéria que leva para esse lado das desculpas. Erramos e haverá retratação”, afirmou Bolsonaro, durante viagem à Arábia Saudita.

Questionado se Carlos seria o autor da “brincadeira”, que já admitiu realizar publicações em suas contas nas redes sociais, o presidente disse que a culpa, na verdade, é sua. “Não se pode culpar o Carlos. A responsabilidade final é minha. O Carlos foi um dos grandes responsáveis pela minha eleição e é comum qualquer coisa errada em mídias sociais culpá-lo diretamente. A responsabilidade é minha, tem mais gente que tem a senha e não sei por que passou despercebido essa matéria aí”, continuou.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum