terça-feira, 22 set 2020
Publicidade

Assessores da ala “ideológica”, ligados a Weintraub, são exonerados do MEC

Em tratamento pela Covid-19 em São Paulo, o pastor Milton Ribeiro, ministro da Educação, iniciou a limpeza remanescente da gestão Abraham Weintraub na pasta. Nesta segunda-feira (27), Ribeiro publicou no Diário Oficial da União (DOU) a exoneração de quatro assessores especiais do seu gabinete ligados à chamada ala ideológica do governo. Os atos são assinados pelo número 2 da pasta, Victor Godoy Veiga.

Entre os demitidos estão Auro Hadano Tanaka, Eduardo André de Brito Celino, Sérgio Henrique Cabral Sant’ana e Victor Sarfatis Metta.

O coronel Paulo Roberto, ligado à ala militar, foi mantido no cargo. Ligados à doutrina de Olavo de Carvalho, Carlos Nadalim, da Alfabetização, e Ilona Becskeházy, da Educação Básica, ainda seguem nos cargos.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.