Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
07 de janeiro de 2020, 14h51

Bolsonaro atende ruralistas e lobby ao atuar contra taxação de energia solar

Em recado ao presidente, o deputado Alceu Moreira (MDB-RS), da bancada ruralista, disse que caso a Aneel decida taxar esta fonte de energia a medida será derrubada no Congresso

Bolsonaro (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

De repente, Jair Bolsonaro iniciou esta semana com uma defesa enfática contra a taxação da energia solar, falando falsamente em nome da defesa dos “brasileiros”. Em vídeo divulgado nas redes sociais neste domingo (5), o presidente disse que “no que depender” do seu governo, não haverá taxação desse tipo de geração “e ponto final”.

Porém, a verdade é que Bolsonaro atendeu ao lobby do setor e da bancada ruralista ao defender a continuidade dos subsídios para a energia solar.

Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, durante o fim de semana, Bolsonaro leu um artigo do lobista da Associação Brasileira de Geração Distribuída (ABGD), Heber Galarce, que é integrante do grupo de trabalho SOS Geração Distribuída, ao lembrar da rejeição à taxação que foi comunicada pela bancada ruralista, que reúne 243 dos 513 deputados e por 39 dos 81 senadores.

Em recado ao presidente, o deputado Alceu Moreira (MDB-RS), disse que caso a Aneel decida taxar esta fonte de energia a medida será derrubada no Congresso. “Tributar esta energia é uma grande irresponsabilidade”, disse o representante dos ruralistas, grupo que mais usufrui desse tipo de geração de energia.

À Folha, Heber Galace, disse que conversou com Bolsonaro e disse que agiu contra interesse de outros lobistas do setor de energia.

“Existem interesses escusos em cima do lobby de distribuidores, de termelétricas e afins. O presidente não estava atento a isso. Nós colocamos a luz para ele”, afirmou.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum