Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de agosto de 2019, 09h47

Bolsonaro bloqueia R$ 669 milhões para pagamento de reforma do Museu Nacional

Universidade confirma a dívida, mas ressalta que a questão não foi resolvida ainda porque o MEC não repassou os recursos previstos

Foto: Reprodução/Facebook

O governo de Jair Bolsonaro continua sua prática de promover um desmanche em setores estratégicos, como educação e cultura. A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), responsável pela administração do Museu Nacional, está devendo R$ 669 milhões para a empresa que desenvolve obras emergenciais no local.

A universidade confirma a dívida, mas ressalta que a questão não foi resolvida ainda porque o Ministério da Educação (MEC) não repassou os recursos previstos

O Facebook silenciou a Fórum. Censura? Clique aqui e nos ajude a lutar contra isso

O Museu Nacional foi destruído, após incêndio em 2018. O valor da dívida corresponde à última parcela da reforma.

Ameaça

Por conta da suspensão de repasse de verbas para institutos federais, promovida pelo MEC, desde maio de 2019, a UFRJ ameaça ter que paralisar suas atividades ainda neste segundo semestre do período letivo.

Além disso, a universidade, por meio do seu órgão máximo, o Conselho Universitário (Consuni), rejeitou o programa Future-se, anunciado pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum