Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
15 de julho de 2019, 08h14

Bolsonaro chama taxa ambiental de R$ 106 em Fernando de Noronha de “roubo” e diz que vai rever

Cobrada desde 2012, a taxa permite acesso ao Parque Nacional Marinho, que engloba algumas das praias mais conhecidas de Noronha, como a do Sancho e a Baía dos Porcos

Bolsonaro fotografado pescando em área de proteção ambiental, em 2012 (Foto: Divulgação)

Jair Bolsonaro classificou como “roubo praticado pelo governo federal (o meu governo)” a taxa ambiental no valor de R$ 106 para visitação da praia Sancho, em Fernando de Noronha. A crítica foi feita em publicação na sua página do Facebook no sábado (13), quando compartilhou um vídeo de turistas visitando o local.

“Isso explica porque quase inexiste turismo no Brasil. Isso é um roubo praticado pelo GOVERNO FEDERAL (o meu Governo). Vamos rever isso”, publicou, pedindo que seguidores denunciem “práticas porventura semelhantes em outros locais”.

Cobrada desde 2012, a taxa permite acesso ao Parque Nacional Marinho, que engloba algumas das praias mais conhecidas de Noronha, como a do Sancho e a Baía dos Porcos.

O valor pago pelo turista para visitar a praia é válido por dez dias. O parque é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO), do Ministério do Meio Ambiente.

Bolsonaro foi multado em 2012 por pesca irregular na Esec (Estação Ecológica) de Tamoios, categoria de área protegida que não permite a presença humana, em Angra dos Reis (RJ). Quando assumiu a Presidência, uma das primeiras medidas foi exonerar o fiscal do Ibama que havia aplicado a multa.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum