Fórum Educação
31 de março de 2020, 10h43

Bolsonaro comemora data da implantação da ditadura: “Hoje é o dia da liberdade”

Bolsonaro cometeu mais um crime de responsabilidade ao exaltar a ditadura militar, implantada no golpe de 31 de março de 64

Jair Bolsonaro e Fernando Azevedo, Ministro da Defesa (Foto: Marcos Corrêa/PR)

Instigado por um apoiador a falar sobre o 31 de Março, data do golpe que implantou a ditadura militar no Brasil em 1964, Jair Bolsonaro comemorou dizendo que “hoje é o dia da liberdade”.

“Oh… Hoje é o dia da liberdade”, disse Bolsonaro, aos risos, ao chegar na portaria do Palácio da Alvorada nesta terça-feira (31).

Nesta segunda-feira (30), por meio de um comunicado, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, disse que a data de implantação da ditadura representa “um marco para a democracia brasileira“.

“Os países que cederam às promessas de sonhos utópicos ainda lutam para recuperar a liberdade, a prosperidade, as desigualdades e a civilidade que rege as nações livres. O Movimento de 1964 é um marco para a democracia brasileira. Muito mais pelo que evitou”, escreveu Azevedo e Silva.

Pelas redes sociais, o vice-presidente, general Hamilton Mourão (PRTB), exaltou a ditadura que se alastrou no país e que perseguiu, torturou e matou minorias e opositores.

“Há 56 anos, as FA intervieram na política nacional para enfrentar a desordem, subversão e corrupção que abalavam as instituições e assustavam a população. Com a eleição do General Castello Branco, iniciaram-se as reformas que desenvolveram o Brasil. #31deMarçopertenceàHistória”, escreveu o vice-presidente de Jair Bolsonaro no Twitter.

De acordo com a Lei de Segurança Nacional (Lei 7.170/83), a Lei dos Crimes de Responsabilidade (Lei 1.079/50) e o Código Penal (artigo 287), exaltar a ditadura militar é crime no Brasil.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum