Fórumcast, o podcast da Fórum
22 de agosto de 2019, 10h33

Bolsonaro compartilha tuíte que diz que queimada na Amazônia é mentira: “Deus não gosta de mentirosos”

Em inglês - "follow the thread..." -, Twitter oficial de Bolsonaro compartilhou sequência de tuítes do olavista Filipe Martins, assessor especial da Presidência, que implora para que apoiadores parem de "espalhar mentiras" com a hashtag #prayforAmazonia

Filipe Martins em encontro com Olavo de Carvalho durante viagem de Bolsonaro aos EUA (Reprodução)

Acuado com a repercussão internacional – e entre seus apoiadores nas redes sociais – sobre os incêndios que estão devastando a Amazônia, Jair Bolsonaro compartilhou uma sequência de tuítes em inglês do olavista Filipe Martins, assessor especial da Presidência, que diz que notícias sobre aumento das queimadas são mentira e que “Deus não gosta de mentirosos”.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

“Então você acha que a Amazônia está em perigo e que você deveria orar para salvá-la? Um conselho: a primeira coisa que você deve fazer é parar de espalhar mentiras, já que mentir não prejudica apenas os esforços reais para proteger nossa floresta, mas também compromete suas orações – Deus não gosta de mentirosos”, tuitou o assessor, um dos principais representantes de Olavo de Carvalho no governo, no início da sequência.

Segundo Martins, “não é a retórica vazia, histérica e enganosa da grande mídia, burocratas transnacionais e ONGs, mas a ação soberana do Brasil” que vai salvar a Amazônia.

“O Governo do Presidente Bolsonaro deixou claro, tanto por meio de anúncios públicos quanto de suas diretrizes políticas, que está comprometida em combater o desmatamento ilegal e em promover ações concretas de proteção do meio ambiente”, diz Martins.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum