Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
20 de março de 2020, 10h23

Bolsonaro corta 158 mil do Bolsa Família em meio à pandemia do coronavírus

Do total, 96.861 famílias - 61,1% - estão na região Nordeste, onde Bolsonaro obteve menos votos nas eleições de 2018

Onyx Lorenzoni e Jair Bolsonaro (Foto: Alan Santos/PR)

O governo Jair Bolsonaro cortou 158.452 beneficiários do Bolsa Família no mês de março, em meio à pandemia do Coronavírus. Do total, 96.861 famílias – 61,1% – estão na região Nordeste, onde o presidente obteve menos votos nas eleições de 2018.

O número de beneficiários do programa, que atuamente é capitaneado por Onyx Lorenzoni, que foi tirado da Casa Civil par assumir o Ministério da Cidadania, é o menor desde maior de 2017, segundo reportagem do portal Uol.

Para justificar o corte, o ministério disse que a redução ocorreu porque novas 185 mil famílias ingressaram no programa, mas 330 mil “se emanciparam” por apresentarem evolução nas condições financeiras, “ou seja, superaram as condições necessárias para a manutenção do benefício”.

O Bolsa Família atende famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais, e de pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais. Se a renda per capita for maior do que isso, a família é retirada do programa.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum