Fórum Educação
28 de janeiro de 2020, 15h17

Bolsonaro critica presidente do BNDES e diz que houve erro em auditoria

O Governo Federal gastou R$ 48 milhões em auditoria que contrariou o presidente e não encontrou nenhuma irregularidade no banco

Paulo Guedes, Jair Bolsonaro e Gustavo Montezano, presidente do BNDES - Foto: Agência Brasil

Jair Bolsonaro deu uma declaração, nesta terça-feira (28), criticando a auditoria realizada no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que recebeu cerca de R$ 48 milhões para abrir uma suposta “caixa-preta” da instituição que o presidente dizia existir. Nada foi encontrado.

“Informações que eu tenho até o momento. Essa auditoria começou no governo Temer e houve dois aditivos. O último aditivo, parece, não tenho certeza, seria na ordem de R$ 2 milhões. Chegou a 48 (milhões de reais) no final. Está errado, está errado”, disse Bolsonaro, criticando os aumentos concedidos ao escritório de advocacia que foi atrás de supostos contratos irregulares.

O contrato inicial foi acertado durante o governo Temer no início de 2018 e custava 6 milhões de dólares. No fim daquele ano houve um reajuste e o valor passou para 7,3 milhões de dólares. Durante a gestão do atual presidente do BNDES, Gustavo Montezano, foi aprovado um aditivo de US$ 3.182.371 ao contrato, fazendo com que o valor total atingisse R$ 48 milhões.

Raspar o tacho

“Parece, parece que alguém quis raspar o tacho. Parece”, disse o presidente. Bolsonaro ainda disse que Montezano – indicado por ele para presidir o banco – é um “garoto” “bem intencionado”. O ex-capitão ressaltou que conhece Montezano desde pequeno.

“A ordem é não passar a mão na cabeça de ninguém. Expõe logo o negócio e resolve”, completou.

Com informações da Folha de S. Paulo

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum