domingo, 20 set 2020
Publicidade

Bolsonaro e Guedes iniciam privatização de parques nacionais

Jair Bolsonaro iniciou nesta segunda-feira (10) o desencadeamento de seu plano de privatização dos parques nacionais. Em medida publicada no Diário Oficial da União (DOU), o presidente liberou o processo de entrega dos parques nacionais de Brasília, no Distrito Federal, e de São Joaquim, em Santa Catarina.

As duas instituições estão, atualmente, sob o comando do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), vinculado ao Ministério do Meio Ambiente.

A medida é assinada em conjunta com Paulo Guedes, ministro da Economia, e, segundo nota da pasta, tem como objetivo o “aumento do acesso à população e a otimização do uso de recursos públicos”. Ainda de acordo com a pasta, a concessão “garante o custeio de ações relativas à conservação, à proteção e à gestão das unidades”.

Além dos dois locais, estão na mira das privatizações do governo a Floresta Nacional de Brasília (Flona) e os parques dos Lençóis Maranhenses, no Maranhão; Jericoacoara, no Ceará; e Chapada dos Guimarães, em Mato Grosso.

Parques
Também conhecido como Água Mineral, o Parque Nacional de Brasília tem 42 mil hectares e é uma importante área de preservação da fauna e da flora do cerrado. No local existem espécies em extinção como o lobo-guará, o tatu campestre e o tamanduá-bandeira.

Criado em 1961, a unidade abrange as regiões Sobradinho e Brazlândia, no DF, e o município goiano de Padre Bernardo.

Já o Parque Nacional de São Joaquim, também criado em 1961, ocupa uma área de 49.800 hectares na região serrana do estado de Santa Catarina. A unidade fica localizada entre os municípios de Urubici, Bom Jardim da Serra, Grão Pará, Lauro Muller e Orleans.

O local possui diversos atrativos, como o Morro da Igreja, a Pedra Furada, paredões (peraus), cânions, penhascos, cachoeiras e rios. Por abranger regiões mais frias do país, o parque tem paisagens florestais que frequentemente estão cobertas de neve.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.