domingo, 20 set 2020
Publicidade

Bolsonaro extingue Rádio MEC Rio, emissora mais antiga do Brasil

No ar desde 1923, a Rádio MEC AM do Rio de Janeiro acaba de ser extinta pelo governo Jair Bolsonaro. Segundo o jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, é que a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) precisa ser enxugada.

A emissora – que foi criada pelo antropólogo Edgard Roquette-Pinto, pai da radiodfusão no País – ficará no ar até o próximo dia 31, quando deve ser desligada.

Pelo Twitter, a jornalista Hildegard Angel lamentou o fechamento da Rádio MEC. “Em sua cruzada contra a Cultura no país, o Governo Bolsonaro extingue a Rádio MEC, a mais antiga do país, a rádio da música clássica, dos relatos sobre a História, das entrevistas com personalidades eruditas. O Brasil se empobrece e decai a galope”.

Com cerca de 50 mil registros e produções, a emissora possui um patrimônio de gravações de depoimentos que vão de Getúlio Vargas a Monteiro Lobato, passando por crônicas de Cecília Meireles e Manuel Bandeira.

A programação da emissora é totalmente voltada para a difusão da cultura brasileira. Contempla toda a diversidade da música brasileira, de gêneros como o choro, a música regional, a música instrumental e de concerto.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.