#Fórumcast, o podcast da Fórum
15 de outubro de 2019, 13h16

Bolsonaro inclui Casa da Moeda nas privatizações: “É o símbolo da perda de soberania”, diz Boulos

O assunto divide até o PSL, por enquanto o partido do presidente, pois há parlamentares que observam riscos em incluir a iniciativa privada na emissão do dinheiro do país

Foto: Agência Brasil

Um decreto, assinado por Jair Bolsonaro e pelo ministro da Economia Paulo Guedes, publicado nesta terça-feira (15) no Diário Oficial da União (DOU), inclui a Casa da Moeda no Programa Nacional de Desestatização (PND), o que representa, na prática, que deve ser privatizada.

A medida foi criticada por Guilherme Boulos, professor, coordenador do MTST e da Frente Povo Sem Medo.

“Bolsonaro assinou hoje decreto que inclui a Casa da Moeda no programa de privatizações de Paulo Guedes. O Brasil pode entregar a emissão da própria moeda para uma empresa estrangeira. É o símbolo da perda de soberania de um país”, tuitou.

O assunto divide até o PSL, por enquanto o partido de Bolsonaro. Há parlamentares contrários à privatização, pois observam riscos em incluir a iniciativa privada na emissão do dinheiro do país.

Aceleração

Salim Mattar, secretário especial de Desestatização do Ministério da Economia, já havia adiantado, no início de outubro, que o governo pretende acelerar os processos de privatizações.

Fundada em 1694, a Casa da Moeda servia, à época, para incrementar a circulação de moedas no país, pois o dinheiro vinha de Portugal. Atualmente, a empresa se localiza em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

No local, hoje funcionam as fábricas, que têm capacidade para produzir até 2,6 bilhões de cédulas e quatro bilhões de moedas por ano.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum