Bolsonaro ironiza Eduardo Leite, que se assumiu gay: “Se achando o máximo. Bateu no peito”; veja vídeo

"É o cartão de visita da candidatura dele", disse Bolsonaro, que gargalhou junto com apoiadores ao comentar a entrevista de Eduardo Leite a Pedro Bial, na Globo

Em conversa com apoiadores na manhã desta sexta-feira (2), Jair Bolsonaro (Sem partido) ironizou a atitude do governador gaúcho Eduardo Leite (PSDB), que em entrevista ao programa de Pedro Bial, na Globo, assumiu que é gay.

Instigado por um apoiador, Bolsonaro não falou o nome do governador. Mas, em tom de ironia, fez gestos e caiu na gargalhada junto com as pessoas que o esperam no cercadinho do Palácio da Alvorada.

“O cara ontem… Não vou falar aqui não que dá problema. O cara ontem se achando o máximo – não fala, não. Se achando o máximo, né? Olha… Bateu no peito: ‘eu assumi'”, ironizou Bolsonaro, fazendo sinal de negativo com a cabeça.

“É o cartão de visita da candidatura dele”, disse Bolsonaro. “Ninguém tem nada contra a vida particular de ninguém. Agora querer impor o seu costume para os outros, não”, emendou.

O assunto veio à tona depois que o presidente falou da multa recebida em São Paulo por andar sem máscara e lembrou que o governador paulista, João Doria (PSDB), passou um feriado em hotel no Rio de Janeiro durante a pandemia. “Não tava com shortinho apertado, não. Calçãozinho largo”, ironizou, em mais um sinal de homofobia.

Veja a partir de 12 minutos.

https://www.youtube.com/watch?v=C9PBDUwgrBA

Notícias relacionadas

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR