#Fórumcast, o podcast da Fórum
26 de agosto de 2019, 22h16

Bolsonaro não aceitará ajuda emergencial para a Amazônia oferecida pelo G7, diz Onyx

O ministro repetiu frases feitas pelo presidente Jair Bolsonaro e disse que o Planalto não aceitará os R$ 83 milhões oferecidos para combater as queimadas na Amazônia: "Quer ensinar o que para o nosso país?"

Bolsonaro, Osmar Terra e Onyx Lorenzoni (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou nesta segunda-feira (26) que o governo Bolsonaro não vai aceitar os recursos oferecidos pelo G7 para uma ajuda emergencial de combate às queimadas na Amazônia. Ele usou a mesma retórica adotada por Jair Bolsonaro e disse para os países reflorestarem a França com os 20 bilhões de dólares, equivalentes a R$ 83 milhões.

“Agradecemos, mas talvez esses recursos sejam mais relevantes para reflorestar a Europa. O Macron não consegue sequer evitar um previsível incêndio em uma igreja que é um patrimônio da humanidade e quer ensinar o que para nosso país? Ele tem muito o que cuidar em casa e nas colônias francesas”, disse Onyx ao blog do jornalista Gerson Camarotti, do G1.

Onyx repetiu as mesmas provocações feitas por Bolsonaro quando Alemanha e Noruega decidiram retirar os investimentos do Fundo Amazônia por conta da gestão de Ricardo Salles no Meio Ambiente e ainda condenou “práticas colonialistas e imperialistas” dos países do G7, em especial a França. “O Brasil é uma nação democrática, livre e nunca teve práticas colonialistas e imperialistas como talvez seja o objetivo do francês Macron. Aliás, coincidentemente com altas taxas internas de rejeição”, declarou. Ele ainda considerou que ninguém sabe proteger a floresta Amazônica como o Brasil.

O desmatamento e as queimadas na região tem sido alvo de críticas internacionais pela política ambiental adotada pelo presidente Jair Bolsonaro, de complacência com a devastação das florestas. Até mesmo aliados tem cobrado do governo uma postura mais incisiva, que se limita a repetir frases feitas e a atacar o presidente da França Emmanuel Macron e sua esposa Brigitte Macron.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum