Bolsonaro: “Não temos preconceito contra ninguém, mas temos profunda repulsa por quem não é brasileiro”

Em mais uma declaração contraditória e pouco inteligível, Jair Bolsonaro voltou a criticar ecologistas - a quem chama de "xiitas ambientais" - e a atuação de ONGs na defesa do Meio Ambiente

Em mais uma declaração contraditória e pouco inteligível, Jair Bolsonaro (PSL) voltou a criticar ecologistas – a quem chama de “xiitas ambientais” – e a atuação de organizações não governamentais estrangeiras na defesa do meio ambiente.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Negando que tenha preconceitos, Bolsonaro afirmou, no entanto, que sente “repulsa” aos estrangeiros, em pronunciamento no evento de inauguração do aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista (BA), nesta terça-feira (23)

Leia também
Nervoso, Bolsonaro diz: “Não estou na Bahia, nem no Nordeste. Estou no Brasil”

“Eu tenho um sonho. Quero transformar a baía de Angra (dos Reis, no Rio de Janeiro) numa Cancún (balneário mexicano no Caribe). Cancún fatura U$ 12 bilhões anuais. E a baía de Angra fatura o quê? Quase zero, por causa dos xiitas ambientais, esses que fazem uma campanha enorme contra o Brasil lá fora. Eu não sei por que essa gente tem tanto amor por ONGs estrangeiras. O Estado está aparelhado. Não temos preconceito contra ninguém, mas temos uma profunda repulsa por quem não é brasileiro”, disse.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.