sábado, 24 out 2020
Publicidade

Bolsonaro publica vídeo com médica e coloca cloroquina na pauta das eleições municipais

"Dra. Raissa, de Porto Seguro/BA (daquele vídeo sobre Hidroxicloroquina), dá uma importante recado sobre eleições no Brasil", diz o presidente. A médica criou fake news sobre demissão em hospital da Bahia por "perseguição política" pela defesa do medicamento

Não passou de mais uma bravata o discurso de Jair Bolsonaro, que disse que não se envolveria nas eleições municipais deste ano. Após escancarar apoio aos candidatos do Republicanos Marcelo Crivella, no Rio, e Celso Russomanno, em São Paulo, o presidente publicou um vídeo em que a médica Raíssa Soares Oliveira e colocou a cloroquina, que virou símbolo governista do combate ao coronavírus, na pauta eleitoral.

Leia também: Estudo da OMS confirma que cloroquina não funciona contra Covid-19

“Dra. Raissa, de Porto Seguro/BA (daquele vídeo sobre Hidroxicloroquina), dá uma importante recado sobre eleições no Brasil”, escreveu nas redes junto ao vídeo, às 5h43 deste sábado (17).

“O motivo da medicação não chegar no povo foi questão política, pessoas com poder de caneta que impediram a hidroxicloroquina de chegar na casa das pessoas. Isso são governantes eleitos por nós. Neste momento de eleição, entenda, nós precisamos dar valor a pessoas que lutam pela vida, que lutam pela família, que lutam pelo caráter, que lutam pela pátria”, diz a médica. “Preste atenção a quem você vai dar voto, olhe o partido dessa pessoa que você está querendo dar voto”, emenda.

Raíssa Oliveira ganhou notoriedade no início de julho após propagar nas redes sociais uma fake news de que teria sido demitida do Hospital Regional Deputado Luís Eduardo Magalhães (HRDLEM), em Porto Seguro, na Bahia, pelo governador Rui Costa, do PT, por “perseguição política” após pedir ajuda a Jair Bolsonaro para que mandasse hidroxicloroquina para a unidade de saúde.

Após repercussão do vídeo, a médica e o hospital desmentiram a informação. Raíssa disse que pediu demissão por não conseguir cumprir os plantões na instituição. Em agosto, no entanto, em evento no Palácio do Planalto, ela voltou a afirmar que foi demitida por prescrever o medicamento.

No vídeo divulgado por Bolsonaro, a médica, que usa o mesmo uniforme do vídeo que viralizou, diz que este “é o momento político estratégico”. “Se nós fortalecermos nossos vereadores, nossos prefeitos, nós vamos criar grandes bases para fortalecer nosso presidente”, diz ela, que encerra dizendo que “precisamos continuar salvando vidas”.

https://www.facebook.com/jairmessias.bolsonaro/posts/2138819662933675
Plinio Teodoro
Plinio Teodoro
Plínio Teodoro Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.