terça-feira, 27 out 2020
Publicidade

Bolsonaro quer desviar dinheiro do Fundeb para escolas ligadas às igrejas

Bolsonaro e Damares Alves receberam pedido em encontro com evangélicos e católicos, que pedem que fundo da educação básica, usado exclusivamente para escolas públicas, financie institutos religiosos

Jair Bolsonaro quer desviar até 15% dos recursos do Fundo Nacional da Educação Básica (Fundeb) para escolas e institutos de ensino sem fins lucrativos ligados a igrejas e religiões ou instituídos por grupos locais. A informação é de Renata Mariz, na edição desta sexta-feira (9) no jornal O Globo.

Segundo a reportagem, a proposta visa atender pedidos de entidades religiosas, que pressionam para ter acesso a fundos públicos, em especial o Fundeb.

A solicitação foi oficializada na segunda-feira (5), quando grupos evangélicos e católicos se reuniram com Jair Bolsonaro e a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, para pedir que a regulamentação do Fundeb inclua o financiamento de alunos de todas as etapas e modalidades nas instituições confessionais e comunitárias filantrópicas.

Não ter fins lucrativos é condição para receber os recursos do fundo, que atualmente é exclusivo para escolas públicas.

“Os recursos públicos provêm de impostos que as famílias pagam; logo, não se trata de dar dinheiro público para escolas confessionais; antes, o objetivo é democratizar ao máximo o uso e a administração de tais recursos”. afirmou Dom Carlos Garcia, bispo auxiliar de São Paulo e vigário episcopal para a Educação e a Universidade, ao jornal.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.