O que o brasileiro pensa?
23 de novembro de 2019, 11h35

Bolsonaro quer liberar exportação “in natura” de madeira da Amazônia

Ao invés de buscar mecanismos para coibir a extração ilegal de madeira, o governo pensa em passar a ser exportador de troncos de árvores nativas

Foto: Grupo Especial de Fiscalização Móvel/ME

Jair Bolsonaro deixa claro a todo momento o seu desprezo pelo meio ambiente. Ao invés de buscar mecanismos para coibir a extração ilegal de madeira, problema crônico no país, o governo pensa em passar a ser exportador de troncos de árvores nativas da Amazônia, vendendo madeira “in natura” para outros países.

Pela atual legislação brasileira, essa prática é ilegal. Porém, de acordo com informações de O Estado de S. Paulo, o governo estuda a hipótese de legalizar esse tipo de exportação.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

As regras ambientais de hoje dizem que o único tipo de madeira que o país pode exportar em sua forma natural são as “madeiras exóticas”, como o eucalipto e o pinus.

Planos de manejo

Caso a ideia avance, o Ibama pretende liberar a extração de árvores nativas que estejam dentro dos chamados “planos de manejo”, ou seja, áreas de reservas florestais que o governo, teoricamente, protege e fiscaliza. No entanto, o que se vê é que não há por parte do poder público nenhum controle.

As florestas “protegidas” pelo governo federal – que deveria impedir o desmatamento – são aquelas as quais essa prática avançou 84%, de agosto de 2018 a julho de 2019.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum