Fórum Educação
08 de abril de 2020, 06h59

Bolsonaro se encontra a sós com Mandetta pela primeira vez após mal-estar em torno de demissão

Bolsonaro teria se irritado com a entrevista de Mandetta na segunda-feira à noite, após reverter a demissão do ministro. Presidente ainda quer medidas para reabrir parte do comércio a partir da próxima semana

Bolsonaro e Luiz Henrique Mandetta (Foto: Isac Nóbrega/PR)

Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), têm um encontro marcado às 9h desta quarta-feira (8) no Palácio do Planalto. A reunião consta na agenda oficial do presidente e será a primeira entre os dois após o mal-estar gerado pela tentativa fracassada de Bolsonaro de demitir o ministro, após intervenção do ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto.

Leia também: Pedro Cardoso desmascara Mandetta em publicação indignada no Instagram

Após reverter a demissão, Bolsonaro teria ficado irritado com a entrevista coletiva de Mandetta na segunda-feira (6) à noite, com várias indiretas ao presidente.

Para Bolsonaro, Mandetta não teria baixado o tom. Os militares do governo tiveram que intervir novamente e o assunto deve ser retomado na pauta da reunião desta quarta.

O presidente ainda deve cobrar do ministro outras ações para o combate ao coronavírus que possam acelerar a reabertura do comércio. Bolsonaro quer retomar as atividades em grande parte do Brasil já na próxima semana, após a Páscoa, segundo o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e aguarda estudo pedido ao Ministério da Saúde.

Outro tema em pauta será o uso da hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. Bolsonaro deve insistir no decreto para liberar o uso do medicamento. Mandetta é contra por não haver embasamento científico para isso e defende que o uso seja por decisão médica com diagnóstico de cada caso.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum