Entrevista exclusiva com Lula
08 de outubro de 2019, 11h20

Bolsonaro vira as costas para a imprensa ao ser indagado sobre tortura no Pará

"Vocês são importantíssimos para salvar o Brasil, para de perguntar besteira", disse o presidente ao se retirar da coletiva

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Na manhã desta terça-feira (8), durante o encontro do presidente Jair Bolsonaro (PSL) com apoiadores no Palácio do Planalto, um repórter o questionou sobre uma denúncia do Ministério Público contra um caso de tortura no Pará. No entanto, antes que pudesse concluir sua pergunta, o presidente vira as costas para o jornalista e chama a equipe para ir embora.

Com a fuga, o presidente é aplaudido e celebrado por apoiadores. Em seguida, Bolsonaro se apoia no veículo que o aguarda e faz um último pronunciamento no local.

“Meu deus, eu não sou pastor não. Meu deus, salve, lave a cabeça dessa imprensa. Que possa perguntar, me ajudar a publicar matéria para salvar o nosso Brasil, isso resolvia o problema dos governos anteriores. Vocês são importantíssimos para salvar o Brasil, para de perguntar besteira”, disse o presidente.

Antes de iniciar as perguntas da imprensa, Bolsonaro incitou seus apoiadores contra a mídia, dizendo que jornalistas estavam fazendo um “péssimo trabalho”. Em seguida, o presidente começa a fazer piada com um pastor que estava no local e pede para que ele inicie uma oração “pelo Brasil e pela imprensa”.

A transmissão ao vivo do encontro foi feita pelo militante bolsonarista Winston Lima, militar responsável pelo canal no YouTube “Cafezinho com Pimenta” e fundador do Bloco Movimento Brasil.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum