Fórumcast #20
13 de agosto de 2019, 10h07

Braço direito de Paulo Guedes censura e demite jornalista por críticas a Jair Bolsonaro

"Minha coluna foi suspensa a pedido de Rogério Marinho, dono de fato do veículo. Alex Viana é apenas laranja do secretário Especial de Previdência Social do governo Bolsonaro. Eis a causa de minha saída", escreveu Aílton Medeiros

Paulo Guedes, Bolsonaro e Rogério Marinho (Foto: PR)

O jornalista Aílton Medeiros revelou nesta segunda-feira (12) que teve sua coluna opinativa suspensa do jornal “Agora RN” a pedido de quem ele diz ser dono do veículo, o ex-deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN), atual secretário especial de Previdência e Trabalho de Jair Bolsonaro. No texto, o jornalista tece diversas críticas ao presidente Jair Bolsonaro e, por isso, configura a suspensão como ato de censura.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“Aos meus seguidores e leitores: não faço mais parte do jornal ‘Agora RN’. Minha coluna foi suspensa a pedido de Rogério Marinho, dono de fato do veículo. Alex Viana é apenas laranja do secretário Especial de Previdência Social do governo Bolsonaro. Eis a causa de minha saída”, escreveu o jornalista, que logo abaixo publicou a imagem da sua última coluna no jornal, suposto motivo da suspensão de sua coluna. Alex Viana é diretor-geral do Grupo Agora, proprietário do Portal Agora RN e do Jornal Agora RN.

Veja também:  Avó de Michelle Bolsonaro foi presa por tráfico e mãe indiciada por falsidade ideológica

Com o título “O que não tem decência e nunca terá”, o texto opinativo de Aílton primeiramente responde ao comentário de um leitor sobre o episódio da primeira-dama Michelle Bolsonaro, que divulgou no seu Instagram imagens de peças de lingerie. Em seguida, o jornalista dirige suas críticas ao presidente, dizendo que é “depravado” tudo que “sai da boca do presidente” e o acusa de quebra de decoro por chamar a ex-presidente Dilma Rousseff de “cafetina”.

Rogério Marinho, citado pelo jornalista como responsável pela censura, é filiado ao PSDB e foi deputado federal pelo Rio Grande do Norte até o começo deste ano. Atualmente, é o secretário especial da Previdência Social no governo Jair Bolsonaro.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum