Calado sobre Pibinho, Bolsonaro ataca “empreiteiras ligadas ao PT em um dos maiores escândalos de corrupção do mundo”

Após escalar um humorista para comentar o crescimento pífio da economia, Bolsonaro foi às redes usar a velha tática de atacar o PT

Após escalar o comediante Márvio Lúcio para falar com jornalistas sobre o Pibinho e se calar sobre o crescimento pífio do país em seu primeiro ano de mandato, Jair Bolsonaro foi às redes sociais nesta quinta-feira (5) usar uma velha tática usada por ele e replicada por seus apoiadores: atacar o “Petê”.

“Nos últimos anos, diversas obras públicas foram paralisadas diante do rombo fiscal e, por conta dos escândalos de corrupção envolvendo as principais empreiteiras do país ligadas ao PT em um dos maiores escândalos de corrupção do mundo. Ouvindo os anseios da população, avançamos!”, tuitou.

Bolsonaro está sendo criticado até mesmo por apoiadores por fazer piada com o índice que reflete o baixo crescimento econômico do país – que chega a ser recessivo quando convertido em dólar.

Nesta quarta-feira, após a divulgação do índice, de 1,1% em 2019, parte dos jornalistas que fazem a cobertura diária no Palácio da Alvorada viraram as costas e deixaram o local após Bolsonaro escalar o humorista Márvio Lúcio, o Carioca, vestido de presidente, para comentar o crescimento pífio da economia.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR