Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
26 de fevereiro de 2020, 10h07

Celso de Mello, do STF, aponta crimes de responsabilidade de Bolsonaro: “Face sombria de um presidente”

Para ministro do STF, Bolsonaro "ignora o sentido fundamental da separação de Poderes e demonstra uma visão indigna de quem não está à altura do altíssimo cargo que exerce"

Celso de Mello e Bolsonaro (Montagem)

O ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal (STF), mostrou-se indignado com a notícia de que Jair Bolsonaro está atuando pessoalmente na convocação dos atos de 15 de março, que pede um novo AI-5 com fechamento do Congresso e da corte, e apontou os crimes de responsabilidade que o presidente teria cometido, caso se confirme a ação.

“O presidente da República, qualquer que ele seja, embora possa muito, não pode tudo, pois lhe é vedado, sob pena de incidir em crime de responsabilidade, transgredir a supremacia político-jurídica da Constituição e das leis da República”, afirmou o ministro em mensagem à Mônica Bergamo, divulgada no site da Folha de S.Paulo nesta quarta-feira (26).

Segundo ele, a investida de Bolsonaro para conclamar apoiadores a um golpe, se confirmada, revela “a face sombria de um presidente da República que desconhece o valor da ordem constitucional, que ignora o sentido fundamental da separação de Poderes, que demonstra uma visão indigna de quem não está à altura do altíssimo cargo que exerce e cujo ato de inequívoca hostilidade aos demais Poderes da República traduz gesto de ominoso desapreço e de inaceitável degradação do princípio democrático!!!”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum