O que o brasileiro pensa?
30 de junho de 2020, 07h50

Com Bolsonaro, Taurus registra alta de 111% nas vendas de armas, como fuzis e pistolas 9 milímetros

No total, foram 52,1 mil armas comercializadas pela fabricante nos três primeiros meses do ano

Bolsonaro com o fuzil T4, da Taurus (Reprodução)

Com medidas de Jair Bolsonaro, que implanta uma política armamentista no Brasil, a Taurus, principal fabricante de armas do país, registrou um aumento de 111% nas vendas no primeiro trimestre de 2020 – ante ao mesmo período de 2019.

Segundo informações da coluna Painel, da Folha de S.Paulo nesta terça-feira (30), foram 52,1 mil armas comercializadas pela fabricante nos três primeiros meses do ano.

Em comunicado, a empresa informou que a maior procura foi por “calibres até então restritos, como pistolas 9 mm e fuzis, que incorporam maior valor agregado”.

A liberação dessas armas fez com que a companhia faturasse R$ 56 milhões só no Brasil, alta de quase 50% em relação ao mesmo intervalo do ano passado. Ainda assim, a Taurus registrou um prejuízo de R$ 157,1 milhões.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum