Com insônia por pesquisas e CPI, Bolsonaro tem crise de soluços e não discursa em jantar no RS

Mal-estar teria antecipado a saída de Bolsonaro de jantar na vinícola Miolo, em Bento Gonçalves. À tarde, em Caxias do Sul, presidente teve dificuldade de discursar por causa de soluço. Veja vídeo

A CPI do Genocídio e as pesquisas recentes que mostram um forte aumento da taxa de rejeição e a ampliação da vantagem do ex-presidente Lula na disputa eleitoral de 2022 têm literalmente tirado o sono de Jair Bolsonaro.

Leia também: Cozinheiro é preso após reclamar que cozinharia para Bolsonaro

Segundo coluna de Guilherme Amado, no site Metrópoles, assessores estariam recebendo mensagens de Bolsonaro durante a madrugada e se mostram preocupados com o cansaço físico e mental do presidente.

Na noite desta sexta-feira (9), Bolsonaro não discursou em um jantar promovido pela vinícola Miolo em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, por causa de uma crise de soluços.

Órgãos de imprensa da região informaram que o presidente sentiu um mal-estar e deixou o local por volta das 20h, mais cedo que o previsto, rumo ao Hotel de Trânsito, no 6º Batalhão de Comunicações.

Segundo o Zero Hora, o senador Luis Carlos Heinze (PP) justificou aos que pediam uma fala do presidente, que Bolsonaro “estava com a fala prejudicada”.

À tarde, em Caxias do Sul, Bolsonaro já soluçava bastante e teve dificuldades em discursar, conforme vídeo divulgado pelo deputado Paulo Pimenta (PT-RS).

Notícias relacionadas

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR