Com medo de protestos, Bolsonaro teria cancelado pronunciamento à nação

Bolsonaro teria desistido da declaração quando os equipamentos já estavam posicionados no Planalto para a transmissão, marcada para as 20h30

Com medo de nova onda de panelaço, Jair Bolsonaro (Sem partido) teria desistido do pronunciamento em rádio e TV que faria à nação às 20h30 desta segunda-feira (2).

Segundo o jornalista Renato Souza, repórter do Correio Braziliense, Bolsonaro teria desistido da declaração quando os equipamentos já estavam posicionados, segundo fontes do Planalto.

“Fontes no Planalto afirmam que o presidente Jair Bolsonaro desistiu do pronunciamento que faria em rede nacional de rádio e TV na noite desta terça-feira. Ele não chegou a gravar, embora os equipamentos já estivessem posicionados”, tuitou.

O Planalto não chegou a detalhar qual seria o tema abordado por Bolsonaro no pronunciamento.

Apoiadores acreditam que o presidente falaria das medidas do governo relacionadas à pandemia – como a retomada do auxílio emergencial, no valor de R$ 250 -, atacando governadores pelo isolamento social para conter a propagação do coronavírus.

Outra pauta cogitada seria a política de preços de combustíveis, com a troca no comando da Petrobras, e a redução de impostos sobre o diesel e o gás de cozinha – que também seriam usadas para pressionar mandatários estaduais a abrirem mão dos impostos estaduais, como o ICMS, sobre os combustíveis.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta.

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR