Confuso, Carlos Bolsonaro se manifesta sobre quebra de sigilo: coisa requentada

Em seu discurso habitualmente confuso o filho de Bolsonaro disse ainda que “aos perdedores, frustrados por não ser o que sempre foram, restou apenas manipular e mentir”

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) se manifestou pela primeira vez, na manhã desta quarta-feira (1º), desde que teve seus sigilos fiscal e bancário quebrados na noite desta terça-feira pela Justiça do Rio de Janeiro.
Para ele, “na falta de fatos novos, requentam os velhos que obviamente não chegaram a lugar nenhum e trocam a embalagem para empurrar adiante a narrativa”.

Leia também:
Clã Bolsonaro vê relação entre quebras de sigilos de Carlos e 7 de Setembro
Mãe de Renan, Ana Cristina Valle comandou um dos núcleos de corrupção no gabinete de Carlos Bolsonaro, diz MP

O vereador disse ainda que “aos perdedores, frustrados por não ser o que sempre foram, restou apenas manipular e mentir. É o que mais acusam e o que mais fazem!”

A Justiça do Rio de Janeiro quebrou os sigilos bancário e fiscal de Carlos Bolsonaro para apurar o envolvimento dele na prática de rachadinhas na Câmara Municipal da capital fluminense.

Desde o início da investigação sobre esse tipo de prática na Câmara do Rio, essa é a primeira vez que o Ministério Público resolve levantar informações sobre o filho 02 de Jair Bolsonaro, que já era apontado por denúncias como um dos parlamentares que cometia esse tipo de crime.

No sexto mandato consecutivo como vereador no Rio, Carlos Bolsonaro já empregou dezenas de pessoas em seu gabinete parlamentar ao longo de 20 anos. O problema é que o MP tem informações de que a imensa maioria deles não trabalha no local, o que é vedado pelo regimento interno da Câmara, que obriga assessores a cumprirem 40 horas semanais de trabalho, em regime presencial.

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR