Fórumcast, o podcast da Fórum
06 de setembro de 2019, 15h03

Delegado da PF diz que, com Bolsonaro, Brasil corre o “perigo de virar uma Venezuela”

"Se continuar nesse ritmo, o perigo é virar uma Venezuela. Lá também foi assim, interferindo e esvaziando as instituições", declarou o delegado Luciano Leiro, vice-presidente da Associação dos Delegados da Polícia Federal

Carla Zambelli e o delegado Luciano Leiro | Reprodução/Facebook

A decisão do presidente Jair Bolsonaro de nomear o Procurador-Geral da República que mais lhe agradou – Augusto Aras – e de interferir nos rumos da Polícia Federal tem feito antigos adoradores do ex-capitão temerem a escalada autoritária promovida por Bolsonaro. Comparações coma Venezuela, temida por muitos dos bolsonaristas por representar uma antítese do projeto conservador, começaram a surgir de antigos aliados.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

“Antes havia o temor de que a PF passasse de polícia de Estado para polícia de governo. Agora, o risco é de virar uma polícia do presidente. Se continuar nesse ritmo, o perigo é virar uma Venezuela. Lá também foi assim, interferindo e esvaziando as instituições”, declarou à Revista Época nesta sexta-feira o delegado Luciano Leiro, vice-presidente da Associação dos Delegados da Polícia Federal (ADPF).

Leiro foi candidato à deputado federal pelo ex-PPS (atual Cidadanio) no Distrito Federal, mas não conseguiu se eleger. Ele esteve presente na posse do ex-juiz federal Sérgio Moro como Ministro da Justiça e comemorou a nomeação dele e de Maurício Valeixo, diretor da PF. Ele exalta Moro nas redes sociais e também possui fotos com a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), quem considera “grande defensora” da PF.

A Venezuela foi usada por Jair Bolsonaro como um exemplo negativo durante a campanha eleitoral. O país, que vive sob embargo do governo dos Estado Unidos por ter uma postura de defesa da soberania nacional, passa por uma crise social e política.

Campanha sobre ética do Ministro Sérgio Moro

Faça a coisa certa, pelos motivos certos, do jeito certo. Mãos à obra.Um dos alicerces para o combate à corrupção é a ética. O ministro da Justiça Sérgio Moro lançou uma campanha destinada a todos aqueles que trabalham no órgão, com o objetivo de reiterar o comportamento ético dos servidores públicos para orientá-los nas atividades do dia a dia.#ministrosergiomoro #ministrodajustica #etica #combateacorrupcao #delegadofederalleiro

Publicado por Delegado Federal Luciano Leiro em Quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum