Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
06 de setembro de 2019, 15h03

Delegado da PF diz que, com Bolsonaro, Brasil corre o “perigo de virar uma Venezuela”

"Se continuar nesse ritmo, o perigo é virar uma Venezuela. Lá também foi assim, interferindo e esvaziando as instituições", declarou o delegado Luciano Leiro, vice-presidente da Associação dos Delegados da Polícia Federal

Carla Zambelli e o delegado Luciano Leiro | Reprodução/Facebook

A decisão do presidente Jair Bolsonaro de nomear o Procurador-Geral da República que mais lhe agradou – Augusto Aras – e de interferir nos rumos da Polícia Federal tem feito antigos adoradores do ex-capitão temerem a escalada autoritária promovida por Bolsonaro. Comparações coma Venezuela, temida por muitos dos bolsonaristas por representar uma antítese do projeto conservador, começaram a surgir de antigos aliados.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

“Antes havia o temor de que a PF passasse de polícia de Estado para polícia de governo. Agora, o risco é de virar uma polícia do presidente. Se continuar nesse ritmo, o perigo é virar uma Venezuela. Lá também foi assim, interferindo e esvaziando as instituições”, declarou à Revista Época nesta sexta-feira o delegado Luciano Leiro, vice-presidente da Associação dos Delegados da Polícia Federal (ADPF).

Leiro foi candidato à deputado federal pelo ex-PPS (atual Cidadanio) no Distrito Federal, mas não conseguiu se eleger. Ele esteve presente na posse do ex-juiz federal Sérgio Moro como Ministro da Justiça e comemorou a nomeação dele e de Maurício Valeixo, diretor da PF. Ele exalta Moro nas redes sociais e também possui fotos com a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), quem considera “grande defensora” da PF.

A Venezuela foi usada por Jair Bolsonaro como um exemplo negativo durante a campanha eleitoral. O país, que vive sob embargo do governo dos Estado Unidos por ter uma postura de defesa da soberania nacional, passa por uma crise social e política.

Campanha sobre ética do Ministro Sérgio Moro

Faça a coisa certa, pelos motivos certos, do jeito certo. Mãos à obra.Um dos alicerces para o combate à corrupção é a ética. O ministro da Justiça Sérgio Moro lançou uma campanha destinada a todos aqueles que trabalham no órgão, com o objetivo de reiterar o comportamento ético dos servidores públicos para orientá-los nas atividades do dia a dia.#ministrosergiomoro #ministrodajustica #etica #combateacorrupcao #delegadofederalleiro

Publicado por Delegado Federal Luciano Leiro em Quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum