No primeiro discurso após internação, Bolsonaro não soluça e diz que “problema” foi por facada em 2018; veja vídeo

Antes da internação, Bolsonaro havia reclamado que estava há 12 dias com crise de soluço constante

No primeiro discurso após a internação, ocorrida na última quarta-feira (14), Jair Bolsonaro (Sem partido) não teve nenhuma crise de soluço e afirmou que a obstrução intestinal foi consequência da facada que tomou durante a campanha presidencial em 2018.

Carluxo no comando? Bolsonaro faz tuite confuso para ligar Lula a Cuba

Na manhã deste sábado (17), Bolsonaro participou de forma online por pouco mais de 8 minutos da inauguração de uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) no município Missão Velha, no Ceará. O presidente segue internado no hospital Vila Nova Star, em São Paulo, sem previsão de alta.

Ele falou por dois momentos. No primeiro deles, o discurso foi de cerca de 4 minutos e, em nenhum momento, Bolsonaro soluçou. Antes da internação, ele havia reclamado que estava há 12 dias com crise de soluço constante.

Ao pedir novamente a palavra, Bolsonaro disse que se recupera bem.

“Eu tô bem, graças a Deus. O problema que tive foi em função da facada que recebi em 2018, em questão de aderência. [Inaudível] Trava o intestino e dificilmente não tem que realizar uma cirurgia, mas felizmente não foi preciso”, disse na segunda fala, que durou cerca de 2 minutos.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.