terça-feira, 22 set 2020
Publicidade

Edir Macedo compara Bolsonaro a Deus e diz que “vivemos inferno da mídia”

Edir Macedo, bispo evangélico da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da Rede Record, comparou Deus a Jair Bolsonaro, durante a realização de um culto no Templo de Salomão, no Brás, em São Paulo, neste domingo (1). Em seguida atacou a imprensa, dizendo que estão todos contra o presidente.

“Vivenciamos o inferno da mídia, mas eu estou aqui e o presidente está lá. Ele (Bolsonaro) vai arrebentar lá, não porque sou eu, não porque é ele, é porque é o espírito de Deus”, afirmou.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

“Hoje nós estamos recebendo a presença do presidente Jair Bolsonaro e ele foi eleito porque acreditamos na palavra dele. Aqueles que perderam a eleição foi porque nós não cremos na palavra deles. Sim ou não?”, perguntou Macedo aos fiéis, que disseram sim.

Oração

O culto teve início às 9h30 e, às 10h10, Macedo chamou Bolsonaro ao altar, para fazer uma oração pelo presidente.

Por solicitação do bispo, Bolsonaro se ajoelhou diante do altar e de costas para os fiéis e Macedo disse que Deus escolheu Bolsonaro para liderar 210 milhões de brasileiros. Colocou as mãos sobre a cabeça do presidente e fez a unção.

“Uso de toda a autoridade que me foi concedida por Deus para abençoar este homem, para lhe dar sabedoria, para que este país seja transformado, que faça um novo Brasil”. Após o término, o presidente deixou o culto para fazer uma visita pela igreja.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.