O que o brasileiro pensa?
13 de dezembro de 2019, 06h56

Eduardo Bolsonaro diz que Estadão mente e lança hashtag #SomosTodosWeintraub

Reportagem do jornal O Estado de S.Paulo diz que exoneração de nomes de confiança indicam que o ministro - que entra em férias hoje pela segunda vez em menos de um ano - não voltará ao posto em 2020

Abraham Weintraub (Reprodução/Twitter)

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) tuitou nesta quinta-feira (12) que o jornal O Estado de S.Paulo mente ao dizer que Abraham Weintraub estaria se despedindo do Ministério da Educação e lançou a hashtag #SomosTodosWeintraub, conclamando a milícia virtual para defender o olavista.

“O @ESTADAO MENTE. Como não pode noticiar corrupção no Governo Bolsonaro,a mídia forja intrigas entre o Presidente e sua equipe. Já fizeram isso com Moro e Guedes por ex; agora o alvo é @AbrahamWeint, que faz excelente trabalho e tem todo meu apoio (não fiz NADA do que a nota diz)”, tuitou Eduardo, que segundo a reportagem de Renata Cafardo já estaria levantando nomes para substituir Weintraub no posto.

Na reportagem, a jornalista afirma que a exoneração de nomes de confiança do ministro, que sai de férias nesta sexta-feira (13), indicaria que ele não volta em 2020. Segundo o filho de Jair Bolsonaro, “qualquer comentário ou notícia que diga que tenho um fio de desentendimento com o MEC @AbrahamWeint é falsa”.

“Trata-se de nada mais do que mais um delirante, sob efeito de alucinógenos, numa redação da nossa maravilhosa imprensa. #SomosTodosWeintraub”, tuitou, lançando a tag em defesa do ministro.

O deputado ainda listou os “feitos” do Weintraub no MEC:

“Como demitir um Ministro que:
-Contra ideo. gênero
-ENEM 100%
-Entregou centenas de ônubus escolares com acessibilidade
-Deu liberdade p estudantes fazerem sua carteirinha
-Fez escolas cívico-militares”

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum