Eduardo Bolsonaro usa declaração atribuída a Hitler para justificar derretimento do pai nas pesquisas

"A verdade é o que seus olhos veem ou o que contam para você? As técnicas utilizadas hoje em dia não são novas", escreveu Eduardo ao compartilhar pesquisas e imagem do líder nazista

As recentes pesquisas que mostram o derretimento da popularidade de Jair Bolsonaro (Sem partido) e uma derrota iminente para o ex-presidente Lula nas eleições de 2022 tem causado um certo desespero no clã presidencial.

Além de causar insônia no presidente, as pesquisas têm provocado alguns delírios nos filhos, como o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

Em publicação neste sábado (10), Eduardo relacionou as pesquisas de intenção de voto à uma declaração atribuída ao líder nazista Adolph Hitler que tornou-se uma das bases do Reich: a de que uma mentira repetida torna-se uma verdade.

A estratégia, usada pelo próprio governo Bolsonaro, serviria para justificar as pesquisas, segundo o deputado.

“A verdade é o que seus olhos veem ou o que contam para você? As técnicas utilizadas hoje em dia não são novas”, escreveu na publicação do Instagram o “O3”.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR