Fórumcast, o podcast da Fórum
12 de julho de 2019, 06h48

Eduardo Bolsonaro na embaixada dos EUA pode ser enquadrado como nepotismo, diz Marco Aurélio, do STF

"Sob a minha ótica, não pode, é péssimo. Não sei o que os demais pensam. Não acredito que o presidente Bolsonaro faça isso. Será um ato falho, um tiro no pé”, afirmou Marco Aurélio Mello

Foto: Carlos Moura/SCO/STF

O ministro do STF Marco Aurélio Mello afirmou na noite desta quinta-feira (11) que a indicação de Eduardo Bolsonaro para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos pode ser enquadrada como nepotismo e disse que se trata de um “péssimo exemplo”.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“Sob a minha ótica, não pode, é péssimo. Não sei o que os demais pensam. Não acredito que o presidente Bolsonaro faça isso. Será um ato falho, um tiro no pé”, afirmou o ministro do STF ao Estado de S. Paulo.

Mello considerou ainda que Bolsonaro deve contas aos eleitores. “O exemplo vem de cima. Ele chegou para nos governar e governar bem, não para proporcionar o Estado aos familiares”, disse.

À Folha de S. Paulo, ele ainda afirmou que tem sido voto vencido no STF em casos de nepotismo. “O Supremo, contra o meu voto, tem entendido que o nepotismo não se aplica a agentes políticos, e tem excluído no tocante a secretários de municípios, secretários de estado. Eu concluo de forma diversa, tanto que eu afastei o filho do [prefeito do Rio, Marcelo] Crivella, que era chefe do gabinete da Casa Civil do prefeito”, declarou.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum