Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
23 de outubro de 2019, 21h13

Em cadeia nacional, ministro do Meio Ambiente de Bolsonaro culpa sem provas Venezuela por tragédia do óleo no Nordeste

Ricardo Salles admite falha da Marinha na limpeza do óleo, apesar de proibir atuação de voluntários

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, fez um pronunciamento em cadeia nacional, nesta quarta-feira (23), afirmando que o vazamento de óleo no litoral do Nordeste tem como origem a Venezuela, apesar de dizer que não possui detalhes sobre a investigação. Ele pediu ainda que a OEA cobre respostas do presidente Nicolás Maduro.

No rastro do crime ambiental nas parias do Nordeste: Ajude a Revista Fórum a mergulhar na realidade dessa grande tragédia

“Esse processo investigativo tem como principal objetivo determinar as causas e origens desse óleo e, com isso, não apenas fazer cessar o seu aparecimento no litoral brasileiro, mas também obter informações que nos permitam responsabilizar aqueles que tenham contribuído para esse desastre ambiental”, disse Salles, em pronunciamento no qual responsabilizou a Venezuela pelo vazamento.

Ineficiência

Ele declarou também que 1.500 novos oficiais foram acionados para a operação responsável pela remoção das manchas de óleo nas praias do Nordeste, após o efetivo atual (de 3.500 soldados) se mostrar ineficiente.

Apesar da falta de eficácia da equipe do Grupo de Acompanhamento e Avaliação, comandada por Ibama, Marinha e Agência Nacional de Petróleo, voluntários têm sido proibidos de auxiliar na remoção do óleo, como relatou na Fórum o jornalista Wilfred Gadêlha, responsável pela série de matérias da reportagem especial “No rastro da tragédia nas praias do Nordeste”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum