Fórumcast, o podcast da Fórum
06 de setembro de 2019, 07h49

Em meio a cortes no orçamento, Bolsonaro deve gastar R$ 6 milhões por ano com jardinagem

A abertura de edital para contratação milionária de serviços de jardinagem vem no mesmo período em que o governo de Bolsonaro anuncia novos cortes nos recursos destinados a diversos programas sociais, como Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida e Fies

Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR)

O governo de Jair Bolsonaro pretende gastar até R$ 6 milhões por ano em serviços de jardinagem para as dependências da Presidência da República, como o Palácio do Planalto. De acordo com o edital da contratação, serviços são necessários para garantir segurança “uma vez que a manutenção das áreas verdes é vital para proporcionar ampla visibilidade”.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Outra justificativa do governo é que os palácios oficiais são pontos turísticos de Brasília. A empresa que vencer a licitação será responsável pelo corte da grama, a manutenção dos canteiros e hortas e a montagem de vasos decorativos.

A abertura de edital para contratação milionária de serviços de jardinagem vem no mesmo período em que o governo de Bolsonaro anuncia novos cortes nos recursos destinados a diversos programas sociais, como Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida e Fies, na previsão orçamentária para 2020. O maior será no programa habitacional, com previsão de somente R$ 2,7 bilhões para o próximo ano ante os 4,6 bilhões de 2019. Criado há 10 anos, orçamento de Bolsonaro para o Minha Casa Minha Vida é o menor da história.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum