Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
23 de julho de 2019, 06h24

Em visita à Bahia, Bolsonaro evita contato com nordestinos; filha de Glauber Rocha cancela ida a evento

Bolsonaro inaugura nesta terça-feira (23) Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, em evento fechado para a população. Filha do cineasta homenageado, Paloma Rocha desistiu de ir à cerimônia

Foto: Marcos Corrêa/PR

Em sua primeira visita ao Nordeste após destilar preconceito contra a região, Jair Bolsonaro (PSL) chega nesta terça-feira (23) à Vitória da Conquista, na Bahia, sob forte esquema de segurança, para inaugurar o Aeroporto Glauber Rocha.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

O evento será fechado com tapumes, sem a presença da população e da filha do cineasta, Paloma Rocha, que cancelou sua participação após a série de ataques de Bolsonaro ao povo nordestino.

O governador baiano, Rui Costa (PT), também não estará presente. “Não esperava na vida ver um presidente falar tanta baixaria”, disse Rui Costa, que teve o avião proibido de pousar no aeroporto, sobre as declarações de Bolsonaro.

“Ele acha que governar é arrumar briga. Tem sido um frasista infeliz e um presidente deplorável. Só destila preconceito e ódio”, disse o senador Jaques Wagner (PT-BA).

Preconceito e mentiras
Após sua fala preconceituosa contra os nordestinos, tentou se justificar neste domingo (21) com uma postagem no Twitter. O capitão da reserva, no entanto, fingiu que não utilizou o termo “paraíba” de forma pejorativa e aproveitou para atacar o general da reserva Luiz Eduardo Rocha Paiva.

“‘Daqueles GOVERNADORES… o pior é o do Maranhão’. Foi o que falei reservadamente para um ministro. NENHUMA crítica ao povo nordestino, meus irmãos. Mas o melhor de tudo foi ver um único general, Luiz Rocha Paiva, se aliar ao PCdoB de Flávio Dino, p/ me chamar de antipatriótico”, escreveu Bolsonaro, mentindo sobre a verdadeira declaração, dada em um café da manhã com jornalistas na sexta-feira (19), que foi: “Daqueles governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão”.

Em vídeo divulgado pelo Twitter “Museu da Direita Histérica”, Bolsonaro aparece mais uma vez transparecendo preconceitos contra a população do Nordeste. Após áudio em que chama nordestinos de “paraíba”, ele debochou de assessor.

Bolsonaro se dirige ao assessor que está ao seu lado como “pau de arara” e complementa “Com essa cabeça, tu não nega, não”, rindo em seguida.

“Como um presidente brinca com o tamanho da cabeça de um ministro para dizer que ele pode ser do Nordeste?”, declarou Rui Costa.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum