Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de julho de 2019, 18h07

Embaixadores brasileiros nos EUA não fizeram “nada de bom” desde 2003, afirma Bolsonaro

“Imagina se o filho do Macri fosse embaixador no Brasil? Ligando pra mim, querendo falar comigo, quando ele seria atendido? Amanhã, semana que vem ou imediatamente? É essa que é a intenção”, tentou justificar a escolha do filho

Foto: Marcos Corrêa/Divulgação Presidência

Jair Bolsonaro não sabe mais o que fazer para defender a indicação do filho Eduardo para a embaixada nos Estados Unidos. Ele declarou, nesta quarta-feira (17), que, desde 2003, os embaixadores brasileiros em solo norte-americano não fazem “nada de bom”.

A afirmação ocorreu durante entrevista coletiva concedida em Santa Fé, na Argentina, onde o presidente participou da 54ª Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

“Se vocês pegarem de 2003 pra cá os embaixadores que nós tivemos no Brasil, do Brasil nos Estados Unidos, fizeram de bom pra nós? Nada”, afirmou Bolsonaro.

Ele declarou, ainda, que o objetivo com a eventual indicação do filho seria ter uma suposta prioridade em pedidos direcionados ao governo norte-americano.

Comparação

Bolsonaro comparou a situação com uma suposta indicação do filho de Mauricio Macri, presidente da Argentina, para um posto semelhante no Brasil.

“Imagina se o filho do Macri fosse embaixador no Brasil? Ligando pra mim, querendo falar comigo, quando ele seria atendido? Amanhã, semana que vem ou imediatamente? É essa que é a intenção”, tentou justificar.

Veja também:  Vídeo: Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles é vaiado em conferência climática da ONU

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum