Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de agosto de 2019, 12h31

Estudante de 18 anos é agredida por mulher bolsonarista em academia no RJ

"Minha filha levou socos e tapas só porque discordou da opinião”, disse Aline Cristina, mãe da jovem. Isabella disse a policiais que foi chamada de "vagabunda, alienada, infantil e idiota", foi jogada contra a parede e bateu fortemente a cabeça

Foto: Reprodução

A estudante de Ciência Política da Unirio, Isabella, de 18 anos, foi agredida em uma academia na Zona Sul do Rio de Janeiro por discordar de mulher que exaltava o presidente Jair Bolsonaro. Ela foi atacada pelas costas ao sair do banheiro e bateu a cabeça.

“Minha filha levou socos e tapas só porque discordou da opinião”, disse Aline Cristina, mãe da jovem. Isabella disse a policiais que foi chamada de “vagabunda, alienada, infantil e idiota”, foi jogada contra a parede e bateu fortemente a cabeça.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

“A agressora, de nome HELOIZA TAVARES FONTANET, esperou minha filha sair do vestiário e a pegou pelas costas, a jogou na parede e desferiu, entre socos e tapas, várias garrafadas em sua cabeça. Tudo porque Heloiza não aceitou que minha filha discordasse da sua opinião”, conta Aline em publicação.

O caso aconteceu na academia Body Tech de Botafogo, Zona Sul do Rio de Janeiro. Segundo o relato, Heloiza gritava a favor do governo do presidente Jair Bolsonaro dentro do banheiro.

Aline pediu um posicionamento da BodyTech e o banimento de Heloiza da rede de musculação. “Body Tech Botafogo espero que a Sra. Heloisa seja banida da Academia e proibida de frequentar qualquer outra unidade da rede. Essa louca, criminosa, intolerante, mataria minha filha se estivesse armada e se a amiga da minha filha e os funcionários da Academia não tivessem tirado essa psicopata de cima dela”, declarou.

Heloiza Fontanet, em sua página de Facebook, compartilha diversas postagens agressivas a favor do presidente Jair Bolsonaro e bloqueou o perfil logo após a repercussão do caso em grupo de Facebook.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum