Fórumcast, o podcast da Fórum
16 de agosto de 2019, 21h38

Gleisi rebate Bolsonaro após ataque ao Bolsa Família: “Já deixou claro que não gosta de pobre”

A presidenta do PT destacou a relevância do Bolsa Família no combate à desigualdade, à extrema pobreza e à fome

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

A presidenta nacional do PT,  deputada federal Gleisi Hoffman (PT-PR), criticou a declaração do presidente Jair Bolsonaro sobre o Bolsa Familia dada nesta sexta-feira (16), em que considerou que o Bolsa Família é uma “conducação coercitiva” criada pelo PT para ganhar votos. Gleisi disse que Bolsonaro não tem moral para falar sobre o programa e que o benefício foi um dos responsáveis por tirar o Brasil do Mapa da Fome.

Em postagens no Twitter, Gleisi disparou: “Que moral você tem pra falar do Bolsa Família, Jair Bolsonaro? Você governa para a elite e já deixou claro que não gosta de pobre porque até agora não fez nada para aplacar o sofrimento do povo é só atendeu seus parceiros”. 

Ela ainda disse que o PT tem orgulho do Bolsa Família e que ele foi o principal responsável pela redução da extrema pobreza e da fome no Brasil, ao ser articulado com outras políticas. “Temos muito orgulho do Bolsa Família, que reduziu a extrema pobreza em 25%, a pobreza em 15%, atende 14 milhões de famílias e é referência mundial para diminuir a desigualdade. Com o Bolsa Família e demais políticas de combate à desigualdade social, o Brasil havia saído do mapa da fome. É mentira que não há saída do programa, por causa dele milhares de famílias puderam organizar suas vidas e deixaram de receber o benefício”, declarou.

Na manha desta sexta-feira, Bolsonaro disse que o programa tinha objetivo eleitoreiro e que parte dos beneficiados seguem recebendo a auxílio para gerar votos para o PT, comparando-o com uma condução coercitiva. “Obviamente, e muita gente, repito, necessitava até disso daí. Mas outra parte, não, porque não era estimulada a sair desse tipo de condução coercitiva, vamos assim dizer. Em parte, o Bolsa Família foi usado para ganhar votos”, afirmou o capitão da reserva.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum