Fórumcast, o podcast da Fórum
23 de agosto de 2019, 14h57

Glenn dá invertida e diz que o “sociopata e maníaco” Ricardo Salles é, sim, do Partido Novo

Em inglês, para o mundo ler, Glenn ressalta que o partido Novo - que tenta se descolar de Ricardo Salles - é "tão radical e destrutivo" quanto o ministro que gerou

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, do partido Novo (Reprodução)

Em uma sequência no Twitter em inglês, o jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept, explicou ao mundo às origens do ministro do Meio Ambiente e deu uma invertida no partido Novo dizendo que Ricardo Salles é, sim, filiado à sigla.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

“O ministro extremista do Meio Ambiente, que supervisiona a destruição da Amazônia, concorreu ao Congresso @partidonovo30 que agora está desesperadamente tentando se distanciar dele”, tuitou Glenn, compartilhando a nota do Partido Novo dizendo que Salles “não representa a instituição”.

Leia também
Quem é Ricardo Salles, o ministro do Novo que está destruindo a Amazônia

Para o mundo ver, Glenn ressalta que o partido Novo é “tão radical e destrutivo” quanto o ministro que gerou. E comprova mostrando uma peça publicitário da campanha de Ricardo Salles à Câmara Federal, em que o candidato do Novo cita “explicitamente” que balas de armamentos são a solução para ativistas ambientais e esquerdistas.

Por fim, Glenn diz que o “sociopata e maníaco” foi escolhido por Bolsonaro para supervisionar a destruição da Amazônia. “É compreensível porque @partidonovo30 agora quer fingir que não tem conexão com ele”, ironiza.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum