quarta-feira, 30 set 2020
Publicidade

Governo institui grupo de trabalho para vacinação “voluntária” contra a Covid-19

Resolução assinada pelo general Braga Netto no Diário Oficial segue orientação de Jair Bolsonaro, que declarou recentemente que "ninguém pode obrigar ninguém a tomar vacina”

O Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (10) traz uma resolução com as normas para instituição de um grupo de trabalho dentro do Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19 com o objetivo de montar uma estrutura interministerial para aquisição e distribuição de vacinas contra a Covid-19.

A resolução é assinada pelo ministro da Casa Civil, Walter Souza Braga Netto, e destaca o caráter “voluntário” da imunização, seguindo ordens de Jair Bolsonaro, que já declarou que não vai obrigar as pessoas a tomarem a vacina contra o coronavírus. O prazo para duração dos trabalhos é de 90 dias.

“Ao grupo de trabalho compete […] colaborar no planejamento da estratégia nacional de imunização voluntária contra a Covid-19”, diz o texto.

Coronavírus: Bolsonaro diz que “ninguém pode obrigar ninguém a tomar vacina”

Além de quatro representantes do Ministério da Saúde – representando o gabinete do ministro, a secretaria-executiva, a secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, e a secretaria de Vigilância da Saúde -, o grupo terá representantes da Defesa, Relações Exteriores, Economia, Ciência e Tecnologia, Mulher, Família e Direitos Humanos e da Controladoria-Geral da União.

A coordenação será do Ministério da Saúde que, segundo o texto, “poderá convidar agentes públicos, especialistas e pesquisadores de instituições públicas e privadas para participar de suas reuniões, sem direito a voto”.

Plinio Teodoro
Plinio Teodoro
Plínio Teodoro Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.