O que o brasileiro pensa?
23 de novembro de 2019, 06h35

Incra de Bolsonaro interrompe assentamentos em 66 projetos de reforma agrária

Os projetos têm capacidade para assentar 3.862 famílias. Porém, não há nenhum programa em andamento nesses locais

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

O governo de Jair Bolsonaro segue sua lógica de devastação de políticas públicas e não assentou nenhuma família dos 66 projetos de reforma agrária que estão à disposição. Somados, esses locais representam a dimensão da cidade do Rio de Janeiro.

De acordo com reportagem de Fabiano Maissonave, da Folha de S.Paulo, um documento interno do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) mostra que existem 111.426 hectares prontos para a reforma agrária, em todas as regiões do país.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Os projetos, criados a partir de 2016, têm capacidade para assentar 3.862 famílias. Porém, não há nenhum programa em andamento nesses locais.

Inédito

“É a primeira vez que isso ocorre no Incra, num momento em que há milhares de famílias para serem inseridas no programa de reforma agrária”, declarou José Batista Afonso, advogado da organização católica Comissão Pastoral da Terra (CPT), em Marabá no Pará.

Conforme documento interno, a modernização do Sistema de Informações de Projetos de Reforma Agrária (Sipra) foi paralisada por falta de dinheiro para a contratação de uma empresa de software.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum