Insensibilidade de Bolsonaro deixa todo mundo revoltado, diz Alberto Fraga, ex-ministro paralelo

Ex-deputado Alberto Fraga, que dividiu as fileiras da bancada da bala com Bolsonaro, rompeu amizade de 40 anos após morte da mulher, Mirta, por Covid-19

Após romper a amizade de 40 anos ao perdeer a esposa, Mirta, para a Covid-19 em maio, o ex-deputado Alberto Fraga (DEM-DF), que já foi considerado uma espécie de ministro “paralelo” do governo, criticou a “insensibilidade” de Jair Bolsonaro, com quem dividiu as fileiras da bancada da bala no Congresso.

“A insensibilidade dele deixa todo mundo revoltado”, disse Fraga, que chegou a ser cotado para um pretenso Ministério da Segurança Pública, que seria desmembrado do antigo “super” ministério da Justiça de Sergio Moro – assim como Bolsonaro acaba de fazer com a pasta de Trabalho e Previdência.

Fraga, que diz não ter mais contato com Bolsonaro, ainda criticou a atuação de Bolsonaro junto às forças de segurança. “Policiais militares, civis e bombeiros do Brasil inteiro votaram nele. Pergunte o que foi feito por eles. Nada”, disse, em entrevista ao Painel, da Folha de S.Paulo.

Sobre a nomeação de Ciro Nogueira (PP-PI) para a Casa Civil no lugar do general Luiz Eduardo Ramos – que também se colocano rol de amigos de Bolsonaro -, Fraga ironizou: “tem um ditado que diz ‘eu sou amigo dos meus amigos’. Ele não se encaixa no Bolsonaro”.

Notícias relacionadas

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR